Páginas

terça-feira, 20 de dezembro de 2016

OS VENTOS DO VIETNAM - Poema de Carlos Menino Beija-Flor





OS VENTOS DO VIETNAM
Os ventos do Vietnam não param de soprar,
insistem em ecoar nos tempos de agora.
Ouço de Aleppo, lamentos a toda hora,
A Nova Ordem mundial é a desordem,
a vida não tem lugar.
Os ventos do Vietnam ainda sopram canções tristes
que choram infâncias perdidas,
falam de namoradas sonhadoras
trocadas por estúpidas metralhadoras
sinalizando que não existe tábua de salvação.
Quem sabe do céu desce uma mão
e nos tire desse caos,
desse chão inseguro,
até quando vão progredir os maus?
Ledos enganos desses profanos,
donos do estado
exterminadores do futuro,
numa guerra não há vencedor, nem derrotado.
Erguendo o troféu da ignorância,
depois que tudo acabou,
do pódio da arrogância,
verão:
Quem pensa ter vencido
também fracassou.
==
Recuperei na memória parte desse poema antigo que não tinha mais, escrito nos anos 80 para 90, título OS VENTOS DO VIETNAM, mas o que tem a ver Vietnam com Aleppo? Tem tudo a ver, a única diferença nessas fotos é que uma é colorida e a outra em preto e branco, mas as duas trazem o mesmo terror. Quem está errado nessa nova guerra? Sei lá, não importa. Dá para ficar de um lado ou de outro? Não dá. E o mundo segue à deriva. A Nova Ordem Mundial é a desordem.
Postar um comentário

Poderá gostar também de:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

COMENTÁRIOS

COMENTÁRIOS

SOU COMO AS PRIMAVERAS Aprendi com as primaveras a me deixar cortar para voltar inteira.

PARA VOCÊ...

PARA VOCÊ...

PAZ

PAZ
ONDE HÁ FÉ,HÁ AMOR.ONDE HÁ AMOR,HÁ PAZ.ONDE HÁ PAZ,ESTÁ DEUS. E ONDE ESTÁ DEUS,NADA FALTA.

LUZ

LUZ
AO ENTRAR QUE VENHA COM OS ANJOS...AO SAIR QUE OS ANJOS LHE ACOMPANHE!

SOLARIS

SOLARIS
POSSO ESQUECER QUEM ME DEIXOU TRISTE,MAS NÃO ESQUECEREI QUEM UM DIA ME FEZ FELIZ...

SOLARIS

SOLARIS
VOA...VOA...BORBOLETA! NÃO DEIXES QUE O TEMPO E O VENTO TE FAÇAS ESQUECER QUE TEM ASAS E QUE PODES VOAR PELO CÉU...